::: Segunda-Feira, 23 de outubro de 2017.
 
Macapá
3,25
Santana
3,00
Manaus

3,80

Rio Branco
3.50
Belém
3.10
Porto Velho
3,80
Boa Vista
3,10
Palmas
2,95
Fonte : NTU

Inscreva-se e receba
informações de nosso site.
 Nome:
 E-mail:
Cadastrar
     Descadastrar
 
 

 

 

>>Notícias


 

22/09/2013


Audiência pública discutiu passe-livre para estudantes de Macapá

Imagem

 

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap), Décio Melo, afirmou que apoia a proposta da bancada do PSB na Câmara de Macapá que protocolou projeto de Lei que institui o Passe-Livre no âmbito da capital, mas alerta que é preciso identificar quem vai subsidiar o benefício.
 
A posição foi declarada hoje durante audiência pública ocorrida na Câmara para debater mobilidade urbana no âmbito do transporte coletivo, a pedido do vereador Alan Ramalho, do PSB. O presidente do Setap, Décio Melo, compareceu ao evento, que também teve a presença de representantes da Prefeitura de Macapá e do movimento comunitário.
 
O presidente esclareceu que já existe desde 2004 um projeto de lei do deputado Edinho Duarte que institui o passe-livre para todos os estudantes do Estado. No entanto, apenas o município de Santana implementou até agora. “É preciso destacar de onde virá o subsídio do passe-livre, se do governo estadual ou da isenção de impostos”, destacou Décio.
 
Décio Melo também destacou durante a audiência o compromisso assumido em fevereiro com o prefeito Clécio Luis de que, em 2014, 100% da frota urbana e intermunicipal seja de veículos com acessibilidade para cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida, obesos e idosos.
 
A cada renovação de frota, veículos adaptados são incorporados ao sistema, democratizando o acesso das pessoas com necessidades especiais ao transporte público. Atualmente, 186 veículos compõem a frota de ônibus, sendo 147 a frota operante. Em 2008, existiam apenas dois ônibus adaptados com elevadores. Hoje são 99, o que representa 67% da frota. Há empresas, como a Amazontur, em que todos os veículos já são adaptados. A Sião Thur também chegará nesta marca em 2013.. 
 
Entre 2009 e 2012 foram incorporados à frota 54 ônibus novos, todos com acessibilidade, um investimento de mais de R$ 13 milhões. Hoje a vida útil dos ônibus de Macapá é de 4.3 anos, bem abaixo da média nacional.
 
“Aliado a compra dos veículos, o Setap fez investimentos da ordem de R$ 2 milhões para implantar um dos mais modernos sistemas de bilhetagem. Isso possibilitou que em janeiro de 2011 fosse iniciado o processo de integração das linhas urbanas. Hoje são mais de 15 linhas que podem integrar-se a outras 40”, lembrou Décio.
 
Recentemente o Setap também implantou uma Ouvidoria para aproximar cada vez mais a entidade do usuário de ônibus. O atendimento é feito por telefone e via Internet ou presencialmente.
 
Através da Ouvidoria, os usuários podem fazer reclamações, sugestões e pedidos de informações. Os registros são encaminhados e acompanhados pela Ouvidoria, que também comunica aos requerentes as resoluções tomadas.



<<Voltar


 

 



Últimas Notícias

 

 

Veja todas as materias

 

<<Voltar


VT Setap © 2010 - Todos os Direitos Reservados