::: Domingo, 15 de julho de 2018.
 
Macapá
3,25
Santana
3,60
Manaus

3,80

Rio Branco
3.50
Belém
3.10
Porto Velho
3,80
Boa Vista
3,10
Palmas
2,95
Fonte : NTU

Inscreva-se e receba
informações de nosso site.
 Nome:
 E-mail:
Cadastrar
     Descadastrar
 
 

 

 

>>Notícias


 

18/11/2010


Setap reafirma que transporte coletivo é tratado com demagogia

Imagem

 

Antes de iniciar a Audiência Pública na Câmara de Vereadores de Macapá, na manhã de quinta-feira (18), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros – Setap, já havia encaminhado para a imprensa nota em que tornava pública a necessidade imediata de reativação do Conselho Municipal de Transporte, conforme determina a Lei Orgância do Município. Durante o debate no legislativo municipal, foi esse, justamente o ponto mais cobrado da Prefeitura Municipal de Macapá.

A audiência possibilitou ampliar o debate, mas não apontou soluções. Novamente o diretor administrativo do sindicato patronal, Antônio Carlos, ocupou a tribuna e apresentou os dados referentes ao setor, reforçando a necessidade de reajuste. Para o diretor, o transporte coletivo em Macapá vem sendo tratado com demagogia e acusações levianas que os empreários não mais aceitarão. “Somos uma entidade patronal que merece respeito. Estamos dipostos a dialogar e nunca nos furtamos em apresentar a planilha de custos. Fazemos a nossa parte, mas a Prefeitura precisa fazer a dela”, disse.

Foi apresentada por uma militante do movimento social a proposta de estatização do transporte coletivo, considerada um retrocesso. “Talvez a militante que acaba de falar esteja querendo voltar ao tempo da ditadura, em que o Estado controlava tudo e vivemos a pior fase do nosso país” criticou o diretor.

O Setap cobrou dos vereadores empenho junto à Empresa Municipal de Transportes Urbanos – EMTU para o órgão cumpra o seu papel de gestor e apresente um projeto de transporte para a cidade. “Nunca nos apresentaram um estudo com os ajustes técnicos necessários para que o transporte melhore. Não adianta dizer que a tarifa não pode aumentar sem apresentar alternativa, por isso recorremos à justiça”, argumentou.

O diretor da empresa Cidade de Macapá, Altemar Alcântara criticou a postura de alguns parlamentares que pioram a qualidade do transporte aprovando gratuidades sem critérios. Alertou ainda aos estudantes que fossem até a Assembléia Legislativa cobrar a imediata implantação do passe livre, conforme prevê a legislação. “Estamos cansados de protocolar na EMTU planilhas de custo para serem analisadas, pois não adianta nada! Sem resposta, só nos resta buscar o caminho do judiciário porque a Prefeitura não consegue apontar as soluções”, avaliou.

Representantes do estudantes secundaristas disseram que a equipe técnica da EMTU é “incompetente” para tratar do assunto. “O presidente do órgão gestor aqui presente não consegue explicar como perdeu o prazo para contestar a planilha encaminhada pelos empresários e não reativa o Conselho Municipal de Tranporte demonstrando que a EMTU está nas mãos de pessoas incompetentes”, afirmou o presidente da UMES, Track Éden.

A direção administrativa do Setap exemplificou que o preço de ônibus novo adquirido por meio de financiamento custa em média R$230 mil, e que entre os anos de 2008 e 2010, mesmo sem reajuste, renovou a frota em 57 carros. O óleo diesel subiu 86%, chassis 130%, salário de motoristas e cobradores aumentou 8% no período, entre outros itens que compõe o custo tarifário, sem que tenha havido a justa remuneração.

Ao final, o sindicato das empresas voltou a reforçar a necessidade do debate e colocou – se a disposição da sociedade para discutir cada item da planilha. “Não temos nada a esconder e nem somos os vilões como querem resumir. É preciso responsabilidade do órgão gestor e compromisso dos políticos em apresentar soluções, não somente críticas” finalizou.

A audiência de conciliação na justiça está marcada para esta sexta-feira (19). Novamente, os representantes do Setap e da EMTU terão a oportunidade de argumentar sobre o valor ideal para a tarifa de ônibus em Macapá.

ASCOM/SETAP - 8126-6005

www.vtsetap.com.br 



<<Voltar


 

 



Últimas Notícias

 

 

Veja todas as materias

 

<<Voltar


VT Setap © 2010 - Todos os Direitos Reservados